Sindeprestem realiza webinar para debater benefícios previdenciários em tempos de Covid-19

Vander Morales, presidente da Sindeprestem

Benefícios Previdenciários em tempos de COVID-19. Como fica o RH?”. Esse foi o tema de mais uma Webinar promovida pelo Sindeprestem (Sindicato das Empresas de Serviços Terceirizáveis e de Trabalho Temporário do Estado de São Paulo) no último dia 25, com uma palestra com o professor e especialista em Previdência Claudeci da Silva. "O objetivo foi ajudar os profissionais de RH das empresas na compreensão das complexas portarias editadas pelo governo durante a pandemia”, afirmou o presidente da entidade Vander Morales.

Este é mais um dos encontros virtuais que o sindicato vem realizando com o objetivo de auxiliar os empresários ou executivos na área de RH nas soluções das dúvidas e as novas questões surgidas com a crise da pandemia. Vander lembrou que a intenção é a prestação de suporte a partir das necessidades apontadas em nas pesquisas internas.

De acordo com gerente executiva do Sindeprestem, Joelma de Matos Dantas, a entidade é porta-voz oficial da Prestação de Serviços (Terceirização) e do Trabalho Temporário no Estado de São Paulo e está sempre atenta às necessidades dos setores que representa, buscando levar ao conhecimento das empresas questões complexas, principalmente as que envolvem o sistema Previdenciário Brasileiro.

Joelma afirmou que entre as principais dificuldades enfrentadas pelos profissionais de RH nesse período de pandemia está encaminhar os trabalhadores para avaliação médica para fins de afastamento previdenciário, bem como conduzir altas médicas de profissionais que ainda não tinham passado por avaliação da Previdência Social, somente avaliação de médico particular.

Houve uma avalanche de normas editadas pelo governo. Um verdadeiro emaranhado de normas jurídicas, envolvendo áreas trabalhistas, tributárias e previdenciárias. Assim, os profissionais da área de RH têm muitas dúvidas. Logo, o Sindeprestem ciente dessa situação, vem realizando os webinares para ajudar os profissionais”, explicou Joelma.

Joelma citou um exemplo prático de situações que estão acontecendo em função do fechamento do atendimento presencial no INSS desde 19 de março e agora está atendendo somente de forma remota. “Apesar de o atendimento remoto suprir algumas demandas, há situações em que é necessário o atendimento presencial envolvendo questões como, por exemplo, perícia médica. Tal situação afeta diretamente o profissional do RH, que fica em momentos com dúvidas de como agir. Essas dúvidas são sempre esclarecidas nas reuniões”, completou Joelma.

Por outro lado, Claudeci apontou algumas vantagens nas mudanças no atendimento do INSS. “Antes do Covid 19, mais de 80% dos benefícios já eram feitos de maneira remota. Para esses nada mudou, até melhorou. Mais servidores estão executando essa função e está mais rápido”, informou o professor Claudeci.

Muitas pessoas não dão valor ao profissional de RH, mas ele é uma peça fundamental da empresa e que precisa ser atualizado, precisa estar antenado com as leis trabalhistas, tributárias, previdenciárias. Por isso a importância de eventos como esses para auxiliar no trabalho da categoria”, concluiu Claudeci.

Market Place Level Group

Market Place Level Group