Tributação previdenciária pode aumentar a folha de pagamento | Cebrasse




NOTÍCIAS



Tributação previdenciária pode aumentar a folha de pagamento

FEBRAC

19 de Outubro de 2010 

A próxima parcela mensal da contribuição social, cujo o prazo de vencimento é em 20 de outubro, pode representar um aumento significativo na folha de pagamento de algumas empresas. É o que afirma a advogada tributarista da Assis Advocacia, Thayse Tavares.

A contribuição social é um dos tributos cobrados para custear os serviços de assistência e previdência social. O aumento na folha de pagamento deve ocorrer devido a uma Instrução Normativa publicada pela Receita Federal que estabelece normas gerais de tributação previdenciária e de arrecadação das contribuições sociais destinadas à Previdência Social.

“A medida pode trazer alterações de 1% a 3% nas alíquotas do GILL-RAT [antigo Seguro de Acidente de Trabalho] sobre a folha de pagamento” declara.

Análise por atividade

A instrução determina que caso a pessoa jurídica desenvolva mais de uma atividade prevalecerá, para fins de classificação, a atividade preponderante, assim considerada a que representa o objeto social da empresa ou a unidade produto para qual convergem as demais em regime de conexão funcional.

“O ponto crucial da questão é que o GILL-RAT deve ser definido de acordo com as estatísticas de acidentes por CNPJ [Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas], observando-se a atividade preponderante em cada estabelecimento, e não de acordo com a Instrução Normativa”, diz.

Ela acrescenta que a medida generaliza a alíquota das empresas, pois não considera, por exemplo, a área administrativa, cujo índice de acidente é menor do que a operacional.

Em relação ao porte da empresa, a advogada declara que todas podem ser afetadas, já que o aumento considera a atividade da empresa e não o tamanho.

Ação judicial

As empresas que registrarem aumento em sua folha de pagamento devem recorrer judicialmente, pois a medida contraria uma súmula do STJ (Superior Tribunal de Justiça) sobre o grau de risco de acidentes.

“Se for verificado o aumento na alíquota, as empresas têm legitimidade para propositura de ações judiciais, visando o afastamento da exigência, em vista de que, a edição da Instrução Normativa, pela Secretaria da Receita Federal, contraria posicionamento outrora firmado pelo STJ”, finaliza.

 

Matérias anteriores  
   10/11/16 Supremo adia julgamento sobre constitucionalidade da terceirização
   06/11/16 Críticas de ministro à Justiça do Trabalho viram motivo de ataques por associações
   02/11/16 Desordem transforma o Judiciário brasileiro numa imensa piada fiscal
   01/11/16 Empresários defendem proposta alternativa para terceirização
   31/10/16 Supremo marca para dia 9/11 julgamento sobre terceirização de atividade-fim
   23/10/16 Sete razões para você contratar uma empresa de serviços especializados em limpeza profissional
   23/10/16 Papel da Justiça do Trabalho está em questão nas três esferas do Poder
   21/10/16 Volume de serviços prestados cai 3,9% em agosto, pior desempenho no mês da série histórica
   17/10/16 Número de temporários cai ao menor nível desde 2006
   14/10/16 Terceirização pode ajudar a melhorar ambiente de negócio, diz Meirelles
   28/09/16 Terceirização já é realidade de 13 milhões
   22/09/16 Governo vai deixar reforma trabalhista para o 2º semestre de 2017, diz ministro
   07/09/16 Terceirização deve entrar na pauta do STF
   30/08/16 Governo Temer pretende criar dois novos tipos de contrato de trabalho
   20/07/16 Reforma trabalhista vai prestigiar a negociação coletiva
   14/07/16 Queda no volume de serviços em maio desacelera a 0,1%, mas setor segue com fraqueza
   14/07/16 Queda de 6,1% no setor de serviços é a maior para maio desde 2012
   05/07/16 TV GLOBO- Bom dia Brasil: Empresários reagen à proposta do governo de mudar POIS e Confis
   29/06/16 Como melhorar a solução de conflitos
   19/06/16 Padilha empolga empresários com prioridade para projeto de lei da terceirização
   19/06/16 Ministro defende terceirização do trabalho e é aplaudido por executivos
   16/06/16 Representantes do setor de serviços falam com ministro sobre entraves para o seu desenvolvimento
   10/06/16 Supersimples
   10/06/16 Ciclo vicioso do atraso
   07/06/16 Escola limpa: alunos, pais e professores mais satisfeitos
   05/06/16 Terceirização e relações trabalhistas
   10/05/16 Proposta de Temer para CLT gera críticas entre adversários e simpatizantes
   03/05/16 Como seria um governo Temer?
   29/04/16 SINDEPRESTEM INICIA PELO ABC UM NOVO CICLO DE PALESTRAS REGIONAIS
   26/04/16 Montadoras vão pedir maior flexibilidade trabalhista, diz novo presidente da Anfavea

VER NOTÍCIAS ANTERIORES


  CEBRASSE © 2016 CENTRAL BRASILEIRA DO SETOR DE SERVIÇOS English Version
Av. Paulista, 726 - 7ºAndar Cj. 710 - - São Paulo - SP - (11) 3251.0669 / 3253.1864 - FAX: 3253.1864
Criação de Sites
YoutubeTwiitterLinkedin Facebook