Empresas já podem recolhe RAT/SAT sem o índice do FAP | Cebrasse




NOTÍCIAS



Empresas já podem recolhe RAT/SAT sem o índice do FAP

Jornal Empresas e Negócios

02 de Agosto de 2010 

 

Sábado, 02 de agosto de 2010

Empresas já podem recolhe RAT/SAT sem o índice do FAP

Presidente do Sindeprestem, Vander Morales.

Representando mais de três mil empresas do setor, o Sindicato das Empresas de Prestação de Serviços a Terceiros, Colocação e Administração de Mão de Obra e de Trabalho Temporário no Estado de São Paulo (Sindeprestem), comemora vitória em ação judicial movida para afastar a aplicação do Fator Acidentário de Prevenção – FAP à alíquota do RAT/SAT

 

Em razão disso, empresas filiadas e associadas que optarem por utilizar a decisão deverão efetuar o recolhimento do RAT/SAT sem a aplicação do índice do FAP, divulgado pelo Ministério da Previdência Social no final do ano passado.

De acordo com Vander Morales, presidente da entidade, a decisão da juíza Tais Vargas Ferracini de Campos Gurgel da 4ª. Vara Federal/SP foi importante porque, além do reenquadramento, a aplicação do FAP aumentava o valor das contribuições - que chegou a mais de 4% sobre a folha de pagamento daquelas empresas. Em sua decisão, a juíza entendeu também que, embora previsto em lei, o FAP teve metodologia de cálculo estabelecida por decretos e resoluções do Conselho Nacional de Previdência Social, contrariando a Constituição Federal e o Código Tributário Nacional.

Em razão disso, empresas filiadas e associadas que optarem por utilizar a decisão deverão efetuar o recolhimento do RAT/SAT sem a aplicação do índice do FAP, divulgado pelo Ministério da Previdência Social no final do ano passado. Segundo Vander, a decisão foi importante porque, além do reenquadramento, a aplicação do FAP aumentava o valor das contribuições.

O FAP, que varia de 0,5% a 2%, foi adotado para reduzir ou aumentar as alíquotas do SAT, com base nos índices de cada contribuinte, podendo ser reduzidas ou aumentarem significativamente. Contudo, as empresas têm um índice de acidentes de trabalho bastante razoável, e não há como controlar os riscos. Em sua decisão, a juíza entendeu também que, embora previsto em lei, o FAP teve metodologia de cálculo estabelecida por decretos e resoluções que contrariam a Constituição e o Código Tributário Nacional.

 

Matérias anteriores  
   21/10/14 Novas empresas, velhos negócios
   21/10/14 Prévia da inflação acelera em outubro e se mantém acima do teto da meta
   17/10/14 Febrac promoverá última AGE do ano em Fortaleza
   16/10/14 Geração de empregos formais é a menor para setembro desde 2001
   16/10/14 Se seca continuar, água acaba em novembro, admite Sabesp
   15/10/14 Destaques da Mídia
   14/10/14 Estiagem deve comprometer ganhos do horário de verão neste ano
   13/10/14 O desemprego bate à sua porta
   10/10/14 Lixo: Catadores brasileiros falam de reciclagem e inclusão em Nova York
   10/10/14 Laércio Oliveira é reeleito deputado federal
   09/10/14 MTE e Ipea vão mapear mercado de trabalho
   09/10/14 MTE vai exigir uso do Empregador WEB para pedido de seguro-desemprego
   09/10/14 Aécio começa 2º turno com 51% ante 49% de Dilma, mostra Datafolha
   08/10/14 Destaques da Mídia
   07/10/14 Marina define condições para anunciar apoio a Aécio no 2º turno
   07/10/14 FMI reduz de 1,3% para 0,3% previsão para o PIB do Brasil este ano, maior corte da instituição
   07/10/14 Apuração dos votos: confira a lista de senadores eleitos nas eleições 2014
   06/10/14 Câmara terá em 2015 o maior número de novos deputados desde 1998
   02/10/14 Ministro determina sobrestamento de processos sobre terceirização de call center em empresas de telefonia
   30/09/14 Representantes dos candidatos à presidência debatem propostas econômicas com empresários do PNBE
   23/09/14 Governo reduz previsão para PIB e usa manobras para cumprir meta fiscal
   23/09/14 Governo deve reabrir prazo para Refis neste ano
   22/09/14 Bom Dia Brasil entrevista Dilma Rousseff
   21/09/14 Setor de serviços caminha para fechar o ano com o pior resultado desde 2003
   19/09/14 Marina não vai mudar CLT para tirar benefícios, diz economista do PSB
   19/09/14 Dilma abre vantagem sobre Marina; Aécio esboça reação
   19/09/14 IBGE - Somos 201,5 mihões/ desocupados cresceram 7%; trab. com cart. assinada são 76% dos privado
   19/09/14 Funcionários dos Correios entram em greve em sete Estados
   18/09/14 Após virada de julho, economia tem retração em agosto, diz FGV
   18/09/14 Impasse com PT faz Dilma suspender plano de governo

VER NOTÍCIAS ANTERIORES


  CEBRASSE © 2014 CENTRAL BRASILEIRA DO SETOR DE SERVIÇOS English Version
Av. Paulista, 726 - 7ºAndar Cj. 710 - - São Paulo - SP - (11) 3251.0669 / 3253.1864 - FAX: 3253.1864
Criação de Sites
Curta a Cebrasse no Facebook Assista nossos vídeos no Youtube