Setor de serviços faz parceria com Sebrae-SP | Cebrasse | Noticias Cebrasse e Associados | Cebrasse



Noticias Cebrasse e Associados

  

Setor de serviços faz parceria com Sebrae-SP

Cebrasse
16 de Setembro de 2011

Cebrasse News
 


16 de Setembro 2011
Setor de serviços em parceria com o Sebrae-SP


Reunião entre as instituições abre portas para a formação, nas empresas, de agentes multiplicadores de projetos de qualificação do Sebrae de São Paulo. Ações para a Copa 2014 no foco das duas instituições

São Paulo, 16 de setembro de 2011 - Na manhã de ontem, a diretoria da Central Brasileira do Setor de Serviços - Cebrasse recebeu Ivan Hussni, Marcelo Dini e José Bento Desie, respectivamente assessor da presidência e consultores técnicos do Sebrae-SP.

"Esse encontro é para nos aproximar do Sebrae local, cujo Conselho Deliberativo é presidido pelo conceituado empresário Alencar Burti. Isso nos possibilita o mesmo nível de relacionamento que já temos com Sebrae Nacional. Há muitas coisas a fazermos juntos na capacitação, treinamentos, curso e eventos, criando oportunidades para melhorarmos o desempenho do nosso setor", declarou Paulo Lofreta, presidente da Cebrasse.

A importância dessa aproximação foi ressaltada também por Ivan Hussni, assessor da presidência do Sebrae-SP. Lembrando que São Paulo abriga 1,7 milhão de micro e pequena empresas, e que 778 mil delas são da área de serviços, disse que "precisamos estar atentos aos serviços, e pensar como parceiros".

Ivan Hussni: "Parcerias com entidades como a CEBRASSE são de fundamental importância para ampliarmos nosso trabalho e atingirmos maior capilaridade no estado. Vamos avaliar propostas e marcar reuniões futuras para por em prática no setor esse trabalho do Sebrae-SP".

Marcelo Dini - De acordo com Marcelo Dini, consultor da instituição, o setor de serviços é prioritário no direcionamento estratégico do Sebrae de São Paulo. "Há possibilidade de desenvolvermos projetos de qualificação para empresas prestadoras, formando multiplicadores dos já existentes no Sebrae. São formas de estabelecer ações de escala, qualificando empresas e estimulando a responsabilidade do próprio empresário como agente dessa melhoria".

Empresários falam de seus problemas

Paulo Lofreta citou pesquisas realizadas pela Cebrasse junto a empresários, apontando a falta de qualificação como o maior empecilho ao empreendedorismo do setor. Salientou que os prestadores ressentem-se por não contar com estrutura semelhante à do sistema "S" (voltado à indústria e ao comércio), que ofereça cursos de preparo e formação para trabalhadores de diversos segmentos dos serviços.

Uma das soluções seria a disponibilização de salas de aula de escolas filiadas à Federação Nacional das Escolas Particulares – FENEP, para o oferecimento de cursos destinados a segmentos da prestação de serviços. "Seria um trabalho piloto, uma tentativa de um modelo que suprisse necessidade que não são atendidas por instituições como o SENAC, por exemplo," disse Lofreta.

Os representantes do Sebrae de São Paulo declararam que a entidade não dispõe de estrutura para pronto atendimento dessa sugestão, mas admitiu a possibilidade de escolha de um projeto educacional para preparar um coordenador indicado pelos empresários, e que passaria a treinar na estrutura da própria entidade.

Outra queixa do setor foi o fato de o governo não oferecer aos médios empresários as mesmas políticas públicas de estímulo oferecidas aos pequenos e aos grandes empreendimentos.

Paulo Lofreta: "Como o médio empresário enfrenta muitas dificuldades, e fica jogado às traças, não há incentivos para o crescimento dos pequenos negócios. Isso desestimula o ambiente empresarial".

Para o diretor Jurídico da Cebrasse, Percival Maricato, seria importante que o Sebrae-SP atuasse também na busca de soluções para o clima de insegurança jurídica que atormenta as empresas. São questões relativas à Justiça do Trabalho, legislação tributária e excessos burocráticos afetando sempre tanto a pequena quanto as médias e as grandes organizações. "Acredito que o empresário levaria as coisas à frente se não houvesse tantos obstáculos à atividade empresarial. A insegurança jurídica é generalizada", arrematou o advogado.

Ao ouvir os empresários, Ivan Hussni esclareceu que o Sebrae exerce também "o papel de perceber e aglutinar informações do ambiente empresarial e levá-las ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio", encaminhando a instâncias superiores as questões que não se encaixem no escopo da atuação do Sebrae-SP junto às micro e pequenas empresas.

Produtos do Sebrae-SP para a Copa 2014

José Bento Desie
Projetos para antes, durante e depois dos jogos da Copa do Mundo no Brasil

É importante que micro e pequenos empresários pensem a Copa do Mundo de 2014 como um cenário positivo para a alavancagem de seus negócios, aumentando sua competitividade e melhorando seus produtos e serviços.

José Bento Desie, consultor do Sebrae-SP, acentuou a disponibilidade da instituição para o fortalecimento do diálogo com o setor de serviços, com propostas e trabalhos focados no antes, durante e depois dos jogos.

 O projeto “Sebrae-SP 2014: Carteira de Serviços - Plano Plurianual 2012/ 2015” prioriza alguns setores relevantes na concentração de empregos e na geração de oportunidades.

Turismo, alimentação, serviços de tecnologia a informação e comunicação e de construção civil, entre outros relacionados ao projeto estão no centro das atividades da instituição paulista para estimular e reforças os pequenos empreendedores. Atividades de segurança privada, asseio e conservação, transporte de valores, alojamento, alimentação, informática e de profissionais liberais de diversas áreas também estão inseridas.

“Nesse sentido, a parceria do Sebrae-SP com a Cebrasse pode-se dar com o direcionamento e a facilitação de produtos que já temos para a melhoria da gestão, inovação e competitividade das empresas - cria-se uma vertente específica para os associados da entidade e também com a elaboração de projetos que atendam necessidades de  segmentos associados à entidade”.

Ações articuladas entre as equipes - Esse é um modo de trabalho rotineiro do Sebrae, disse o consultor. O essencial é que haja articulação entre as equipes para discussões, alinhamento de interesses e objetivos de projetos que possam ser escritos e implementados.

“O importante é que haja desdobramentos de nossa conversa de hoje e que as duas instituições se articulem e os contatos tenham continuidade no nível técnico – o que irá beneficiar micro e pequenas empresas associadas à Cebrasse ou a seus associados”, finalizou Desie.

Conheça detalhes do SEBRAE-SP 2014

Mais informações podem ser solicitadas pelo e-mail josed@sebraesp.com.br


Lúcia Tavares Comunicação
comunicaçao@cebrasse.org.br
(11) 5093.9936

 

 
CEBRASSE
Central Brasileira do Setor de Serviços
PABX: (11) 3251-0669
FAX: (11) 3253-1864
www.cebrasse.org.br

 

   22/02/17 Boletim Jurídico [ Boletim Jurídico ]
   19/02/17 CebrasseNews - Notícias da Central Empresarial e Associados [ Cebrasse News ]
   13/02/17 CebrasseNews - Notícias da Central Empresarial e Associados [ Cebrasse News ]
   07/02/17 JUSTIÇA DO TRABALHO [ Boletim Jurídico ]
   06/02/17 CebrasseNews - Notícias da Central Empresarial e Associados [ Cebrasse News ]
   30/01/17 Boletim Jurídico [ Boletim Jurídico ]
   26/01/17 A SITUAÇÃO DA MEDIAÇÃO E ARBITRAGEM NA AREA TRABALHISTA [ Boletim Jurídico ]
   24/01/17 Boletim Jurídico [ Boletim Jurídico ]
   23/01/17 CebrasseNews - Notícias da Central Empresarial e Associados [ Cebrasse News ]
   20/01/17 CebrasseNews - Notícias da Central Empresarial e Associados [ Cebrasse News ]
   17/01/17 PRAZOS PARA AJUIZAMENTO DE RECLAMAÇÕES, ATÉ AS RETROATIVAS, E PRESCRIÇÃO NA JUSTIÇA DO TRABALHO [ Boletim Jurídico ]
   16/01/17 CebrasseNews - Notícias da Central Empresarial e Associados [ Cebrasse News ]
   11/01/17 Boletim Jurídico [ Boletim Jurídico ]
   07/01/17 CebrasseNews - Notícias da Central Empresarial e Associados [ Cebrasse News ]
   05/01/17 Governo enfrentará resistências para alterar as leis do trabalho temporário [ DCI ]

VER MATÉRIAS ANTERIORES


  CEBRASSE © 2019 CENTRAL BRASILEIRA DO SETOR DE SERVIÇOS
Av. Paulista, 726 - 7ºAndar Cj. 710 - - São Paulo - SP - (11) 3251.0669 / 3253.1864 - FAX: 3253.1864
Neorion Internet