Cebrasse News - 10 de Março de 2008
ENTIDADES FILIADAS CEBRASSE

ABBTUR-MG
ABEMPI
ABERC
ABF
ABES
ABLA
ABMS
ABO NACIONAL
ABPI-TV
ABRALIMP
ABRASEL
ABRAT
ABRELPE
ABREVIS
ABTA
ABTV
ACONBRAS
ADORC
ADVB
AHESP
ANCLIVEPA
ANFAC
APIMEC
APRAG
CRA SP
CRC SP
FAEASP
FEBRAC
FCDL
FEHOESP
FENACON
FENAVIST
FEPRAG
IBEF
SEAC-ABC
SEAC-DF
SEAC-ES
SEAC-MG
SEAC-MS
SEAC-PA
SEAC-PR
SEAC-RJ
SEAC-SC
SEAC-SP
SELUR
SESCON/SP
SESVESP
SETA
SIMPRES
SINAENCO
SINDCONT-SP
SINDEPRESTEM
SINDERC-SP
SINDESP-BA
SINDESP-DF
SINDESP-ES
SINDHOSP
SINDIMOTOR
SINDITELEBRASIL
SINEATA
SINSERHT-MG

APOIADORES CEBRASSE

ADLIM
AMBC
ARAÚJO ABREU
ESCOLTA
GALES SERVIÇOS
GUIMA CONSECO
MARICATO ADV
NAC
PLANINVESTI
POLICRED
QUALITY AMJ
STA
UPS BENEFÍCIOS



PIB cresce 5,4% e chega a R$ R$ 2,6 trilhões em 2007

Segundo as informações apuradas pelas Contas Nacionais Trimestrais do IBGE 1, a taxa do PIB resultou da elevação de 4,8% do valor adicionado a preços básicos e de 9,1% nos impostos sobre produtos. O PIB per capita 2 cresceu 4,0% em termos reais, em relação a 2006, atingindo R$ 13.515,00.

Clique aqui e veja as tabelas, gráficos e esta matéria na íntegra.


Agropecuária é a atividade de maior crescimento em 2007

O resultado do valor adicionado decorreu do desempenho da agropecuária (5,3%), indústria (4,9%) e serviços (4,7%). O crescimento da agropecuária deveu-se principalmente à lavoura, com destaque positivo para trigo (62,3%), algodão herbáceo (33,5%), milho em grão (20,9%), cana (13,2%) e soja (11,1%). Os produtos em queda foram café em grão (-16,7%), arroz em casca (-3,7%) e feijão (-4,4%).

As maiores elevações nos serviços foram nos subsetores intermediação financeira e seguros (13,0%), serviços de informação (8,0%) e comércio (7,6%). Também cresceram transporte, armazenagem e correio (4,8%), serviços imobiliários e aluguel (3,5%), outros serviços (2,3%), administração, saúde e educação pública (0,9%).

Do terceiro para o quarto trimestre de 2007, PIB cresceu 1,6%

No quarto trimestre de 2007, o PIB cresceu 1,6%, na comparação com o terceiro trimestre do mesmo ano, na série com ajuste sazonal. Os serviços registraram o maior crescimento (1,6%), seguidos pela indústria (1,4%). Por outro lado, a agropecuária teve queda (-0,3%).

Em relação ao quarto trimestre de 2006, alta no PIB foi de 6,2%

Na comparação com o mesmo período de 2006, o PIB a preços de mercado cresceu 6,2% no quarto trimestre de 2007. O valor adicionado apresentou aumento de 5,3%; e os impostos, de 11,6%, principalmente em razão do desempenho das importações, que provocaram um aumento no volume do Imposto sobre Importação.

País fecha 2007 com necessidade de financiamento de R$ 4,5 bilhões

Em 2007, o PIB a preços de mercado alcançou R$ 2,558 trilhões, sendo R$ 2,190 triilhões referentes ao valor adicionado e R$ 367,9 bilhões, aos impostos sobre produtos. Os principais valores, em 2006 e em 2007, estão na tabela abaixo.

No resultado do ano, a necessidade de financiamento alcançou R$ 4,5 bilhões, contra uma capacidade de financiamento de R$ 20,8 bilhões em 2006, redução explicada principalmente pela diminuição do saldo externo de bens e serviços, no montante de R$ 29,0 bilhões, e pela redução de R$ 5,1 bilhões na renda líquida de propriedade enviada ao resto do mundo.

A renda nacional bruta atingiu R$ 2,5 trilhões em 2007, contra R$ 2,3 trilhões em 2006. Já a poupança bruta atingiu R$ 453,0 bilhões, contra R$ 412,8 bilhões no ano anterior.


Fonte: IBGE


CEBRASSE NEWS

CEBRASSE - Central Brasileira do Setor de Serviços
(11) 3825-8995 (11) 3828-3536
www.cebrasse.org.br