Cebrasse News - 13 de Fevereiro de 2007

APOIADORES


ABEMPI
ABF
ABRALIMP
ABRASEL
ADLIM
ADIPLAN
AMBC
APRAG
ARAÚJO ABREU
CABRERA
DNA
EQUAÇÃO
FEBRAC
FENAVIST
FENASERHTT
GALES
GRUPO ALBATROZ
GUIMA
MARICATO ADV
NEO TV
ORSEGUPS
PLANINVESTI
POLICRED
QUALITY AMJ
SEAC-ABC
SEAC-DF
SEAC-MG
SEAC-PA
SEAC-PR
SEAC-RJ
SEAC-SC
SEAC-SP
SELUR
SESVESP
SINDEPRESTEM
SINDESP-DF
SINSERTH
STA
UPS BENEFÍCIOS


CONSELHO CONSULTIVO

ABEMPI
ABERC
ABES
ABF
ABLA
ABMS
ABPITV
ABRALIMP
ABRASEL
ABTA
ACONBRAS
ADVB
AHESP
ANFAC
ANCLIVEPA
APIMEC
APRAG
ASSERTTEM
CRA-SP
CRC-SP
FAEASP
FCDL
FEBRAC
FENAVIST
FENASERHTT
IBEF
MONAMPE
NEOTV
SEAC-ABC
SEAC-DF
SEAC-MG
SEAC-PA
SEAC-PR
SEAC-RJ
SEAC-SC
SEAC-SP

SELUR
SESVESP
SIMPRES
SINAENCO
SINDCONT-SP
SINDEPP-SP
SINDEPRESTEM
SINDERC-SP
SINDESP-DF
SINSERHT-MG
SINDETELEBRASIL


• ESTUDO MOSTRA QUE PEQUENAS EMPRESAS GERARAM MAIS EMPREGOS

• PAC ESTABELECE CORREÇÃO ANUAL DE 4,5% DA TABELA DO IMPOSTO DE RENDA ATÉ 2010

• EMPRESAS TÊM ATÉ SEXTA-FEIRA PARA ENTREGAR A DIRF

• MERCADO JÁ PREVÊ INFLAÇAÕ ABAIXO DE 4% EM 2007


ESTUDO MOSTRA QUE PEQUENAS EMPRESAS GERARAM MAIS EMPREGOS

De acordo com um estudo realizado pelo Sebrae em São Paulo, divulgado na sede da Federação do Comércio do Estado de São Paulo nesta segunda-feira (12/02), mostrou que entre 2000 e 2004, o número de empreendimentos de pequeno porte cresceu cerca de 20%, e a geração de empregos formais ultrapassou as grandes empresas.

A intenção desta pesquisa é atender às necessidades dos pequenos empresários e propor soluções práticas de políticas públicas e gestão. Assim como o lançamento oficial do Fórum A Nova Realidade dos Pequenos Negócios, que pretende, entre outros objetivos, divulgar o cronograma de eventos da instituição sobre a Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas por todo o Estado de São Paulo. Leia Mais

Para mais informações, acesse o site www.sebraesp.com.br

(Fonte: Sebrae-SP)


PAC ESTABELECE CORREÇÃO ANUAL DE 4,5% DA TABELA DO IMPOSTO DE RENDA ATÉ 2010

Entre as medidas de desoneração tributária inclusas no PAC (Plano de Aceleração do Crescimento) está a correção da tabela do Imposto de Renda para o quadriênio 2007-2010. De acordo com o programa, o reajuste será de 4,5% ao ano (dentro desses quatro anos) e o mesmo percentual será válido para isenções e deduções com despesas de educação e dependentes. Este reajuste beneficiará mais de 23 milhões de contribuintes.

Pela terceira vez consecutiva, nos quatro últimos anos, o governo federal faz correções na tabela do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF). No ano passado o ajuste foi de 8% e em 2005 de 10%.

Os Novos valores:

Em 2007 ficam isentos de pagar o IR trabalhadores com renda de até R$ 1.313,69 ao mês. Já para trabalhadores que ganham entre R$ 1.313,70 e R$ 2.625,12 cobrado imposto de 15% e para quem recebe acima de R$ 2.625,12 a alíquota será de 27,5%.

Em 2008 a isenção do imposto de renda será de R$ 1.372,81; em 2009 de R$ 1.439,59 e a partir de 2010 será de R$ 1.499,15. Esses valores também são válidos para rendimentos provenientes da aposentadoria e pensão.

A dedução anual por dependente fica da seguinte forma: em 2007 irá para R$ 1.584,60; em 2008 será de R$ 1.655,88; 2009 de R$ 1.730,40 e a partir de 2010 será R$ 1.808,28. Já no caso de educação poderão ser descontado em 2007 R$ 2.480,66; em 2008 R$ 2.592,29; em 2009 o valor será R$ 2.708,94 e R$ 2.830,84 a partir de 2010.

Quem optar pela declaração simplificada o desconto será padrão de $ 11.669,72 neste ano, com reajuste de 4,5% ao ano até 2010.

Declaração do IR 2007

O período de declaração do Imposto de renda deste ano será de 01 de março para a 30 de abril. E os contribuintes terão alguns benefícios, entre eles:
· Dedução dos 12% recolhidos mensalmente à Previdência Social sobre o salário de até um empregado doméstico. (A dedução deverá incidir sobre um salário mínimo, ou seja, será de R$ 522,00 + R$ 14,00 considerando as férias e o 13º salário pagos ao trabalhador doméstico);

· O aumento de seis para oito do número de quotas do saldo do imposto a pagar, além da opção de quitação por meio de débito automático, a partir da 2ª quota;
· A partir deste ano, será também obrigatório o preenchimento do CPF de dependentes maiores de 21 anos até 31/12/2006.

Leia mais

(Fonte: Portal do Governo Brasileiro – Em questão)

EMPRESAS TÊM ATÉ SEXTA-FEIRA PARA ENTREGAR A DIRF

As empresas e pessoas físicas pagamentos com retenção de imposto em 2006 têm até o dia 16 de fevereiro, próxima sexta-feira, para entregar à Receita Federal a Dirf (Declaração de Imposto de Renda Retido na Fonte). Antes o documento podia ser entregue até o último dia útil de fevereiro.

De acordo com a Receita Federal, a antecipação do prazo irá acelerar a análise da declaração das pessoas físicas, o que antes era dificultado por atrasos na entrega da DIRF pelas empresas. A receita espera que a medida reduza o número de declarações retidas por irregularidades, cerca de 800 mil declarações são consideradas irregulares devido à falta de informações.

A transmissão do Dirf só pode ser feita via internet. As empresas do Simples e as inativas que não apresentarem o Dirf serão submetidas a uma multa mínima de R$ 200, já para as demais pessoas jurídicas a multa é de R$ 500. Leia mais

(Fonte: Folha on-line)



MERCADO JÁ PREVÊ INFLAÇÃO ABAIXO DE 4% NESTE ANO

De acordo com o boletim Focus, divulgado semanalmente pelo Banco Central, o mercado financeiro reduziu a expectativa para os índices de inflação deste ano.
A previsão do IPCA - Índice de Preços ao Consumidor Amplo, passou de 4,07% para 3,97%, dentro da meta que prevê um IPCA de 4,5% (sendo a margem de erro de dois pontos para cima ou para baixo). Seria o segundo ano consecutivo que a inflação ficaria abaixo da meta. (O IPCA é o índice utilizado pelo governo no sistema de metas de inflação).

Outros indicadores:

· IGP-DI (Índice Geral de Preços - Disponibilidade Interna) foi reduzida 4,25% para 4,13%;
· IGP-M (Índice Geral de Preços Mercado) passou de 4,25% para 4,10%;
· Selic, a previsão foi mantida em 11,5%;
· PIB 3,5% e da produção industrial 4%
· Superávit da balança comercial foi mantido em US$ 39 bilhões

O Boletim Focus trouxe previsões para 2008, o mercado financeiro aposta que a inflação irá encerrar o ano em 4%. Leia na íntegra

(Fonte: Folha on-line)

ENTRE EM CONTATO COM A Cebrasse

E-mail

imprensa@Cebrasse.com.br

Telefones
(11) 3825-8995 Fax: (11) 3828-3536




CEBRASSE ESSA AÇÃO