PESQUISA NACIONAL DO SETOR DE SERVIÇOS

 

DADOS DE 2011 E EXPECTATIVAS PARA 2O12

 
REALIZAÇÃO

 

Cebrasse - Central Brasileira do Setor de Serviços
e
Grupo Ipema
 

 

INFORMAÇÕES DA APLICABILIDADE
TÉCNICO-OPERACIONAL

 

 

Contratante

Central Brasileira do setor de Serviços -  Cebrasse

 

Abrangência

Representatividade de aproximadamente 11 mil empresas com aproximadamente três milhões de funcionários

 

METODOLOGIA

 
 
Pesquisa Especial Quantidade e Qualidade - Quanti&Quali

 

Na mesma amostra, de modo simultâneo, aplicamos os métodos quantitativos e qualitativos, aproveitando o que cada um deles tem de melhor. No qualitativo, aprofundamo-nos em questões conceituais. No quantitativo, estruturamos amostras representativas e, portanto, passíveis de extrapolações.

A nova  técnica, batizada “Especial Quantidade&Qualidade”, não é apenas o emprego tradicional de ambas as metodologias em sua forma subsequente ou complementar, mas compõe  a orientação Quanti&Quali, abreviando aspectos de prazos e custos, com abordagens que possibilitam ganhos  de produtividade.

 

 

AMOSTRAGEM

 

Pessoas jurídicas inseridas no cadastro da CEBRASSE

 

 

 

PROCEDIMENTO DE COLETA

 

Entrevistas realizadas via e-mail

 

 

VALORES APRESENTADOS EM COLUNAS E EM PERCENTUAIS

 

·        REGIÃO

 

Região

Média Anual

SUDESTE

65,35

SUL

31,03

CENTRO-OESTE

16,50

NORDESTE

16,26

NORTE

16,20

DF

7,85

A quantidade de citações é superior à  de observações devido às respostas múltiplas (6 no máximo).

 

 

 

 

 

 


 

 

·        CATEGORIZAÇÃO

 

CATEGORIZAÇÃO

Média Anual

EMPRESA

71,05

SINDICAL

16,06

ASSOCIATIVA

10,53

OUTRAS

2,61

A quantidade de citações é superior à  de observações devido às respostas múltiplas (4 no máximo).

 

 


·        SETOR DE ATUAÇÃO - Qual é o seu?

           

Setor_Atuação

Média Anual

Limpeza e Conservação

35,32

Serviços Gerais

25,90

Serviços Especiais c/ predominância de mão de obra

25,70

* Outros Serviços

21,34

Trabalho Temporário

21,12

Serviços Administrativos

19,62

Manutenção Predial

14,49

Vigilância e Segurança

14,09

Logística e Distribuição

13,75

Administração de RH

13,17

Informática/Processamento de Dados

7,40

Serviços Contábeis

6,85

Manutenção Elétrica

4,75

Manutenção Mecânica

4,70

Administração de Restaurantes

4,17

Telemarketing/Call Center

4,17

Promoção e Merchandising

3,97

Turismo

3,37

Jardinagem e Paisagismo

1,85

Engenharia e Montagem

1,04

A quantidade de citações é superior à de  observações devido às respostas múltiplas (20 no máximo).

 


 

 

  • * Outros Serviços

 

Administração Financeira

Coleta, Transporte, Tratamento e Destinação de Resíduos Domiciliares

Controle de Pragas Urbanas

Despachante Aduaneiro

Limpeza Urbana

Locação e Condução de Veículos

Reformas e Acabamento em Geral

Reparação Automotiva

Seguros

 

 

 

·        ESCOLARIDADE –  Quais são os níveis alcançados por seus funcionários?

 

Escolaridade

%

Médio Completo

31,72

Superior Completo

15,15

Básico Completo

14,08

Básico Incompleto

12,99

Médio Incompleto

12,32

Superior Incompleto

10,50

Pós graduação e afins

3,24

Total

100,0

 


SALÁRIO MÉDIO – Quais são, em R$, os salários pagos por seu setor de atuação?

 

Salário  Médio – R$

%

Até 600

9,2

Entre 601 a 1.000

43,1

Entre 1.001 a 1.500

35,4

Entre 1.501 a 2.000

20,0

Entre 2.001 a 2.500

12,3

Entre 2.501 a 3.000

6,2

Entre 3.001 a 3.500

4,6

Entre 3.501 a 4.000

3,1

Entre 4.001 a 4.500

1,5

Entre 4.501 a 5.000

1,5

Acima de 5.000

3,1

A quantidade de citações é superior à de observações devido às respostas múltiplas (8 no máximo).

 


·        FATURAMENTO - Qual é sua expectativa para 2012? E quais os resultados obtidos por sua empresa nos quatro trimestres de 2011, em comparação aos mesmos períodos de 2010?

 

Faturamento (%)

Expectativa

2012

4º Trim.

 2011

3º Trim.

 2011

2º Trim.

 2011

1º Trim.

 2011

Crescimento de 1  a 3

22,2

20,5

20,0

19,7

11,7

Crescimento de 4  a 6

20,1

13,9

12,3

19,7

11,7

Crescimento de 7  a 9

17,8

14,2

9,2

9,1

15,0

Crescimento de 10 ou mais

17,8

26,5

26,2

15,2

33,3

Manteve os mesmos níveis do período em 2010

11,0

14,5

12,3

16,6

13,3

Abaixo do mesmo trimestre de 2010

7,4

8,4

13,8

12,1

8,3

Não sabe informar

3,7

2,0

6,2

7,6

6,7

TOTAL OBS.

100

100

100

100

100

 


·        GERAÇÃO DE EMPREGOS - Quais foram os resultados obtidos por sua empresa nos quatro trimestres de 2011, em comparação aos mesmos períodos de 2010?

 

Empregos (%)

Expectativa

2012

4º Trim.

 2011

3º Trim.

 2011

2º Trim.

 2011

1º Trim.

 2011

Crescimento de 1  a 3

25,2

25,2

24,6

31,8

11,7

Crescimento de 4  a 6

25,2

24,0

10,8

7,6

20,0

Crescimento de 7  a 9

16,2

13,8

7,7

10,6

8,3

Crescimento de 10  ou mais

18,2

22,3

21,5

9,1

26,7

Manteve os mesmos Níveis do Referido Trimestre de 2010

5,4

3,5

12,3

28,8

16,7

Abaixo do Referido Trimestre de 2010

7,4

7,5

16,9

9,1

8,3

Não Sabe Informar

2,4

3,7

6,2

3,0

8,3

TOTAL OBS.

100

100

100

100

100

 


 

·        DESAFIOS PARA O CRESCIMENTO - Quais foram os principais desafios  de  gestão interna enfrentados por seu setor, a médio e a longo prazos, na busca de crescimento?

 

Desafios_Setor

4º Trim. 2011

3º Trim. 2011

2º Trim. 2011

1º Trim. 2011

Atrair e Reter Profissionais com Alta  Qualificação

86,8

81,5

78,8

73,3

Manter Custos Competitivos

69,0

66,2

62,1

61,7

Diferenciar seus Produtos para Continuar Competitivo

58,8

58,5

56,1

51,6

Focar em Segmentos Específicos, com Serviços Especializados

45,5

50,8

51,5

55,0

Criar Condições para uma Administração Ágil e Eficiente

45,2

40,0

31,8

25,0

Manter-se Tecnologicamente Atualizado

29,6

23,1

21,2

21,7

A quantidade de citações é superior à  de observações devido às respostas múltiplas (6 no máximo).

 


o   FATORES EXTERNOS – Quais foram os fatores externos que mais dificultaram o desenvolvimento de seu setor?

 

Fatores  Externos­_Setor

4º Trim. 2011

3º Trim. 2011

2º Trim. 2011

1º Trim. 2011

Qualificação da Mão de Obra

92,5

90,8

92,4

86,6

Alta Carga Tributária

86,5

84,6

84,8

85,0

Concorrência Desleal

76,8

73,8

75,8

75,0

Legislação Trabalhista Inflexível

77,8

73,8

74,2

75,0

Burocracia (Aspectos de Regulamentação)

37,0

23,1

22,7

25,0

Inadimplência de Clientes

14,8

15,4

12,1

20,0

Problemas com Infra-Estrutura

14,8

10,8

16,7

10,0

Indisponibilidade de Crédito

7,4

6,2

7,6

10,0

A quantidade de citações é superior à quantidade de observações devido às respostas múltiplas (8 no máximo).

 

 


 

 

·       FALTA DE MÃO DE OBRA QUALIFICADA – Qual foi o impacto do problema no seu segmento de mercado?

 

Impacto_Mão de Obra

4º Trim. 2011

3º Trim. 2011

Altíssimo Impacto

45,9

40,9

Alto Impacto

39,3

33,3

Médio Impacto

11,1

21,3

Pequeno Impacto

3,7

3,0

Sem Impacto

0,0

1,5

TOTAL

100

100

 

 


 

 

  • AÇÕES DESENVOLVIDAS PELAS EMPRESAS PARA ENFRENTAR A INDISPONIBILIDADE DE MÃO DE OBRA QUALIFICADA

Quantidade de citações superior à  de observações devido a respostas múltiplas (6 no máximo)

 

 

·         AÇÕES QUE O GOVERNO PODERIA PROMOVER PARA ENFRENTAR A INDISPONIBILIDADE DE MÃO DE OBRA QUALIFICADA

Quantidade de citações superior à  de observações devido a respostas múltiplas (6 no máximo)


 

·        VAGAS NÃO PREENCHIDAS POR FALTA DE PESSOAS QUALIFICADAS – Qual foi o percentual de vagas não ocupadas em seu setor, em razão da escassez de pessoas qualificadas?

 

Vagas não Preenchidas

% de Empresas

Zero - todas as vagas foram preenchidas

4,8

5% das vagas não foram preenchidas

12,9

10% das vagas não foram preenchidas

15,2

15% das vagas não foram preenchidas

15,7

30% das vagas não foram preenchidas

21,5

50% das vagas não foram preenchidas

7,7

60% das vagas não foram preenchidas

7,7

70% das vagas não foram preenchidas

7,1

80% das vagas não foram preenchidas

7,4

 

100,0

 

 


 

·        CARGOS COM MAIOR ESCASSEZ DE MÃO DE OBRA – Que cargos apresentaram dificuldades na contratação de obra qualificada?

 

Limpeza e Conservação

Serventes de limpeza (Principalmente Masculino)

 

Zeladoria

Vigilância e Segurança

Controlador de Acesso (Principalmente Masculino)

 

Porteiro (Principalmente Masculino)

 

Vigilante, Vigilante com 2º Grau Completo

 

Vigilante com CNH A ou AB

Informática/processamento de Dados

Desenvolvedores e profissional de QA

Administração de Restaurantes

Cozinheiro

Trabalho Temporário

Bombeiro Civil

 

Controle de Acesso

 

Engenheiro Civil

 

Leitura e Entrega de Documentos

 

Setor Operacional

Serviços Gerais

Auxiliar de Serviços Gerais (Principalmente Masculino)

 

Serviços Braçais

Serviços Especializados c/ predominância de mão de obra

Porteiro

 

Técnicos em Manutenção

Logística e Distribuição

Técnicos de TI

Serviços Administrativos

Auxiliar Administrativo

Serviços Contábeis

Analista  Contábil, Contador

Turismo

Serviços para Hotelaria

Coleta, Transporte, Tratamento e Destinação de Resíduos Domiciliares

Motorista de Coleta

Controle de Pragas Urbanas

Técnico Aplicador

Despachante Aduaneiro

Ajudante de Despachante Aduaneiro

 

Despachante Aduaneiro

Limpeza Urbana

Eletricistas

 

Engenheiro Ambiental

 

Mecânico

 

Motorista de Coleta

 

Operador de Máquina  Pesada

 

Soldadores

Locação e Condução de Veículos

Setor Administrativo

 

Setor Operacional

Reformas e Acabamento em Geral

Colocadores de papel de parede

Reparação Automotiva

Funileiro, Mecânico, Pintor, Retificador, Torneiro

 

Mecânico Injeção Eletrônica

 

Vendedor técnico

Seguros

Área comercial

 


 

 

·        SEGMENTOS COMPRADORES  - Quais os principais segmentos compradores de seus serviços?

 

Segmentos

4º Trim.

2011

3º Trim.

2011

2º Trim.

2011

1º Trim.

2011

Indústria

55,8

56,9

56,1

53,3

Serviços

41,6

41,5

43,9

43,3

Comércio/Varejo

39,6

41,5

42,4

40,0

Outros

22,2

32,3

16,7

20,0

Setor Público

37,0

30,8

30,3

31,7

Setor Financeiro

16,8

18,5

22,7

16,6

Telecomunicações

8,4

9,2

13,6

13,3

A quantidade de citações é superior à de observações devido às respostas múltiplas (7 no máximo).

 

 

 

·        FATORES_DECISÃO COMPRA - Entre os fatores abaixo, quais mais  influenciaram seus clientes na decisão de compra de compra do seu serviço/produto?

 

Fatores

4º Trim.

2011

3º Trim.

2011

2º Trim.

2011

1º Trim.

2011

Preço

87,8

86,2

83,3

78,3

Qualificação Técnica

67,0

60,0

59,1

58,3

Experiência

68,8

67,7

62,1

51,7

Referências

45,7

49,2

45,5

46,6

Tecnologia

22,2

18,5

19,7

20,0

Localização

8,4

9,2

12,1

8,3

A quantidade de citações é superior à de observações devido às respostas múltiplas (6 no máximo).


·        CONFIANÇA BRASIL – Em seu setor, qual é a expectativa quanto ao Grau de Confiança Empresarial no Brasil para 2012?

 

 

 

Confiança Brasil_Atual

Expectativa

2012

4º Trim.

2011

3º Trim.

2011

2º Trim.

2011

1º Trim.

2011

Totalmente Confiante

11,1

11,1

10,8

13,6

6,7

Confiante

77,8

66,7

58,5

68,2

68,3

Indiferente

0,0

11,1

16,7

6,1

6,7

Pessimista

7,4

7,4

12,5

12,1

18,3

Totalmente Pessimista

3,7

3,7

1,5

0,0

0,0

 (ICB)

163,0

151,9

136,6

159,1

126,8

 

 

 

 

 

 

 

CÁLCULO DO ÍNDICE DE CONFIANÇA BRASIL (ICB)

 

O Índice de Confiança Brasil (ICB) é calculado a partir da relação CONCEITO x PESO, onde:

Totalmente Confiante

Multiplicar por è  (+3)

Confiante

Multiplicar por è  (+2)

Indiferente

Multiplicar por è   (+1)

Pessimista

Multiplicar por è   (-2)

Totalmente Pessimista

Multiplicar por è   (-3)