Maia recebeu em SP prêmio de associação ligada a serviços

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou nesta segunda-feira (4) que, após as reuniões realizadas em Brasília no final de semana com líderes partidários da base aliada do governo de Michel Temer, espera saber até quarta-feira (6) ou quinta-feira (7) se possui os votos necessários para a votação da reforma da Previdência na próxima semana. A expectativa de Maia é votar o projeto ainda em dezembro.

Maia falou com a imprensa após receber o prêmio de personalidade do ano do VII Prêmio Cebrasse – Central Brasileira do Setor de Serviços, realizado em São Paulo. O presidente da Câmara afirmou ainda que não é o momento de se discutir as eleições de 2018, e minimizou críticas e embates entre o governo e o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, e o PSDB. Segundo Maia, sem o PSDB não se aprova a reforma da Previdência.

“Acho que, no sábado, eu estava pessimista. Agora estou realista, acreditando que é possível [votar na próxima semana]”, disse. “A gente começou a trabalhar as reuniões de ontem. Foram as melhores reuniões que fizemos, um grupo importante de partidos assumiu compromisso importante de trabalhar as suas bancadas. Isso que vamos fazer até quarta, quinta-feira, para avaliar se temos os votos necessários para reformar a Previdência”, afirmou Maia.